Beneficiamento

Beneficiamento

No beneficiamento final, a cera é submetida ao derretimento em tachos ou autoclaves. O processo se completa, respectivamente, pela centrifugação, filtração, clareamento e embalagem, o que garante a pureza e a qualidade das variedades oferecidas ao mercado.

CERA DE CARNAUBA T1

Origem

Pó de Olho

Ponto de Fusão

82.5ºC – 86ºC

Umidade

0,50% MAX

Materiais Voláteis (175ºC/347ºF)

    0,60% MAX

Índice de Acidez

02-06 mg NaOH/g

Saponificação

78-88 mg KOH/g

Índice de Esteres

71-88 mg KOH/g

Teor de Cinzas

0,05%

Impurezas

0,05%

Cor

Amarelo Claro

Cor (Gardner Scale)

2 – 5

CERA DE CARNAUBA T3

Origem

Pó de Palha

Ponto de Fusão

82.5ºC – 86ºC

Umidade

0,50% MAX

Materiais Voláteis (175ºC/347ºF)

    1,00% MAX

Índice de Acidez

04-11 mg NaOH/g

Saponificação

78-88 mg KOH/g

Índice de Esteres

71-88 mg KOH/g

Teor de Cinzas

0,30%

Impurezas

0,05%

Cor

Amarelo Escuro

Cor (Gardner Scale)

6 – 9

CERA DE CARNAUBA T4 FILTRADA

Origem

Pó de Palha

Ponto de Fusão

82.5ºC – 86ºC

Umidade

1,00% MAX

Materiais Voláteis (175ºC/347ºF )

   1,00% MAX

Índice de Acidez

04-10 mg NaOH/g

Saponificação

78-88 mg KOH/g

Índice de Esteres

71-88 mg KOH/g

Teor de Cinzas

0,30%

Impurezas

0,05%

Cor

Marrom

Cor (Gardner Scale)

CARNAÚBA DO BRASIL LTDA.